Laboratório de Turismo da IGR Encantos do Sul vence DisrupTur 2021

Laboratório de Turismo da IGR Encantos do Sul vence DisrupTur 2021

Foram conhecidos nesta terça-feira (05), os vencedores do DisrupTur 2021, que tem como objetivo auxiliar as 13 regiões turísticas do Estado a otimizar as soluções disruptivas para o ecossistema que sofreu com a pandemia do coronavírus. A Instância de Governança Regional de Turismo (IGR) Encantos do Sul ficou em primeiro lugar e faturou o prêmio de R$15 mil. As IGRs Serra Catarinense e Grande Florianópolis, conquistaram o segundo e o terceiro lugar, respectivamente.

O IGR Encantos do Sul, que abrange cidades das regiões de Criciúma (Amrec) e Laguna (Amurel), apresentou o projeto “Laboratório do Turismo”, uma proposta de plataforma para compartilhar experiências, ações, novas tecnologias para a inovação no eixo turístico, envolvendo gestores públicos, instituições de ensino, entidades de classe, empreendedores e o turista. “Ficamos muito felizes. Tem toda uma equipe por trás que trabalhou forte, pois é uma ideia complexa. A junção da inovação com o turismo é muito vitoriosa”, declarou o representante Willian Marques, após receber o prêmio. A IGR Serra Catarinense apostou em um aplicativo de indicação turística para dias menos frios, o Indicatur, junto com um programa de pontuação. Um chatbot, que simula por meio de inteligência artificial um ser humano conversando com as pessoas sobre informações turísticas, foi a proposta apresentada pela IGR Grande Florianópolis. Ao todo, as 11 IGRs fizeram parte da segunda edição do DisrupTur. No evento de ontem, cada uma delas fez uma apresentação de 5 minutos, em formato de pitch, para detalhar os projetos à comissão julgadora. No entanto, as ideias propostas começaram a ser desenvolvidas ainda em 2020. E, neste ano, o DisrupTur deu um passo a frente para tracionar os projetos e alavancar as soluções que pretendem impulsionar o turismo no Estado. Os jurados avaliaram, entre outros fatores, o grau de inovação, potencial de mercado e a viabilidade para o mercado. Os trabalhos foram avaliados por Alexandre Sampaio, presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), Luana Emmendoerfer, diretora de estudos e inovação da Santur, Gabriel Sant’ana, diretor executivo da Acate, Renato Barcellos, superintendente da Fecomércio SC, e Rogério Siqueira, CEO da Vokkan. Urbanismo. Para Sandra Lindorfer, diretora do Senac SC, o DisrupTurfoi considerado um sucesso. “Ele desprendeu uma jornada de 300 horas de inovação e 36 horas de imersão ao longo desses 2 meses de mentoria. Entendemos que o objetivo do nosso programa foi cumprido, que é o fomento do turismo catarinense”, afirmou. O que é o DisrupTur Com a proposta de atender às necessidades das Instâncias de Governança Regionais de Turismo (IGRs) e buscar soluções inovadoras para o segmento em Santa Catarina, o Senac SC apresentou em 2021, o 2º ciclo do DisrupTur. O objetivo do evento de inovação é dar continuidade aos projetos desenvolvidos no ano passado, auxiliando as 13 regiões turísticas do Estado a otimizar as soluções disruptivas para este ecossistema. Com auxílio de mentores, cada projeto teve subsídios de acordo a vertical escolhida e grau de maturidade, tendo a oportunidade de aprimorar ideias de negócios para o crescimento do turismo em suas respectivas regiões. O DisrupTur 2021 é uma iniciativa do Sistema Fecomércio | Sesc | Senac SC e sindicatos patronais, com apoio da Agência de Desenvolvimento do Turismo em Santa Catarina (Santur) e Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). Para mais informações sobre o DisrupTur 2021, acesse: http://observasctur.com.br/projetos/disruptur/.
Deixe o seu comentário
Comentário
Nome
E-mail